MÃO EM CUMBUCA

MÃO EM CUMBUCA

Certamente já ouviu esta expressão: “macaco velho não põe a mão em cumbuca”. Cumbuca é fruto da planta da família das cucurbitáceas, que tem a forma de uma pêra com uma casca resistente. Caçadores no passado colocavam frutos dentro, para atrair  macacos novos, que eram facilmente capturados porque colocavam “a mão para apanhá-los”e ficavam presos, dai a expressão acima.

Cada um de nós frequentemente ouve – o fulano de tal, entrou numa enrascada, está atribulado, está com a vida complicada. Em muitas situações o fulano -  meteu a mão em cumbuca - caiu numa armadilha, arranjou uma encrenca. Aí vem os problemas, os resultados, a dor de cabeça, normalmente gerados por algum tipo de imprudência.

Salomão adverte: “Não é bom proceder sem refletir, e peca quem é precipitado” (Pv 19. 2). Quantas dores, decepções, prejuízos poderiam ser evitados, se fôssemos mais comedidos, mais prudentes, e tivéssemos mais lucidez.

Alguns anos atrás foi encontrado no bolso de um suicida, em Indianópolis – MG, uma carta dirigida ao delegado da cidade com o seguinte teor:  “Dr. Tive uma infelicidade de me casar com uma mulher viúva, que tinha uma filha. Se soubesse disso jamais teria me casado. Meu pai, para maior desgraça, era viúvo e acabou casando com a filha da minha mulher. Daí minha mulher tornou-se sogra de meu pai, minha enteada ficou minha madrasta e, meu pai era, ao mesmo tempo, meu genro. Depois de um tempo, minha enteada deu a  luz a um menino, que se tornou meu irmão, porém neto de minha mulher, de maneira que fiquei sendo avô de meu irmão. Passou um tempo, minha mulher ganhou um menino, que, como irmão de minha madrasta, era cunhado de meu pai e tio de seu filho, passando minha mulher a ser nora de sua própria filha. Dr. – lamentou ele – Fiquei sendo pai da minha mãe, irmão de meu pai, e minha mulher sendo minha avó, já que é mãe de minha mãe. Assim, acabei sendo avô de mim mesmo. Antes que a coisa ficasse mais complicada, resolvi desertar deste mundo”.

Você entendeu? Achou complicado! A vida é maravilhosa, mas cada vez que agimos de forma imprudente, e caímos em cilada, colocando “a mão em cumbuca” entramos em enrascada, transformando a vida numa verdadeira encrenca.  Mesmo que isso aconteça, não é preciso desespero, nem suicídio, Deus em seu amor deseja nos ajudar a sair das enrascadas para uma vida de bênçãos. “Porque eu, o Senhor teu Deus, te tomo pela tua mão direita, e te digo: Não temas que eu te ajudo (Isaias 41. 13).

F.  Meirinho

prmeirinho@hotmail.com

www.prmeirinho.zip.net

Facebook – FMEIRINHO

twitter@fmeirinho