A NECESSIDADE DE UM SALVADOR

O homem pecou e foi destituído da glória de Deus, tornou-se perdido e por esta razão precisa ser encontrado. Sendo assim, Deus passou a agir nessa direção e enviou Jesus Cristo para ser nosso salvador. Alguns afirmam que o homem não precisa de um salvador, e sim, de um protetor. Entendemos que a procura por protetor é maior do que a procura por salvador. No querer ter um protetor, um guia, muitas pessoas têm sido enganadas por falsas religiões e falsos deuses e falsos lideres. Entretanto, a Bíblia nos mostra  que o homem precisa mesmo,  em primeiro lugar, é de um - salvador.

 

Fundamentação Bíblica

 Romanos 5.

 

1. Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo,

2. Por meio de quem obtivemos acesso pela fé a esta graça, na qual estamos firmes e nos gloriamos na esperança da glória de Deus.

10. Se, quando éramos inimigos, fomos reconciliados com Deus mediante a morte de seu filho, quanto mais agora, estando já reconciliado, seremos salvos pela sua vida!

Não apenas isso, mas também nos gloriamos em Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, mediante quem recebemos agora a reconciliação.

11. Não apenas isso, mas também nos gloriamos em Deus por meio de nosso Senhor Jesus Cristo, mediante quem recebemos agora a reconciliação.

12. Portanto, assim como o pecado entrou no mundo por um homem, e pelo pecado a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram.

 

Efésios 2.

 

8. Pela graça sois salvos, por meio da fé, e isto não é vosso é dom de Deus.

9. Não de obras, para que ninguém se glorie;

10. Pois somos obra sua, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus preparou antes, para que andássemos nela.

 

Romanos 10.

 

8. Porém, o que ela diz? A palavra está perto de ti, em tua boca e em teu coração, isto é, a palavra da fé que proclamamos.

9. Se com tua boca confessares que Jesus é Senhor, e creres em teu coração que Deus o ressuscitou dos mortos, serás salvo.

10. Pois é com o coração  que se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação.

Lucas 19.

10.   Porque o filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido.

 

Por que Necessitamos de um Salvador?

 

Paulo escrevendo aos romanos, disse: “pois todos pecaram e carecem da glória de Deus (Rm 3. 23). Quando os nossos primeiros pais pecaram contra o Senhor Deus, eles transgrediram o mandamento. Eles eram possuidores da vida eterna e viviam no paraíso previamente preparado, para que pudessem usufruir de toda a felicidade. Este pecado passou a todos os homens, separando-os do criador.

 

Cada pessoa ao nascer, já nasce sob efeito direto do pecado. Todos nascem em pecado, como expressou o Rei Davi: “Eu nasci em iniqüidade e em pecado me concebeu minha  mãe” (Salmos 51. 5). O pecado trouxe as seguintes conseqüências:

 

a) Separou o homem de Deus. A partir do pecado o homem fugiu da presença de Deus. “Mas as vossas iniqüidades fazem separação entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça” (Isaias 59. 2). O homem separado de Deus não pode viver bem. Ele percebe que algo está lhe faltando, porém, como o seu coração  está em trevas ele acaba ouvindo mais as trevas do que  a luz.

 

b) O pecado gera a morte. “O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus, Nosso Senhor (Romanos 6. 23). Do ponto de vista espiritual, o homem  que ainda não teve um encontro verdadeiro com Jesus Cristo está morto nos seus delitos e pecados.

 

c) O homem perdeu-se. A condição do homem sem Deus é de perdido. Como perdido ele vive desorientado, e por causa de toda essa situação, Deus providenciou-lhe um escape, garantindo-lhe oportunidade de salvação, através de seu filho Jesus Cristo “Porque o filho do  homem veio buscar e salvar o perdido”(Lucas 19. 10).

 

Como Vive um Homem sem Deus?

 

É claro que não vive bem! Separado de Deus, morto espiritualmente e perdido, não pode viver bem. O Apóstolo Paulo referindo-se a essa triste e lamentável condição, escreveu: “E, por haverem desprezado o conhecimento de Deus, o próprio Deus os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem coisas inconvenientes, cheios de toda injustiça, malícia, avareza e maldade; possuídos de inveja, homicídio, contenda, dolo e malignidade, sendo difamadores, caluniadores, aborrecidos de Deus, insolentes, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais, insensatos, pérfidos, sem afeição natural e sem misericórdia (Romanos 1. 28 – 31).

 

Este é o estado do coração da maioria dos homens, porém, não é o desejo de Deus que o homem seja assim, por isso, enviou Jesus Cristo para salvar a humanidade. Você agora pode dar graças a Deus, porque ele alcançou o seu coração e por isso você passou a ter uma nova vida!

 

O plano de Deus, a partir da queda, foi resgatar a humanidade. Através desse resgate abria, para toda humanidade, a oportunidade de reconciliação, que por sua vez, lhe dava o direito de possuir uma nova vida através de Jesus Cristo. Ter nova vida, não é ter uma nova religião, e sim, ter a vida transformada pelo Evangelho (Romanos 1. 16).

 

O Novo Nascimento

 

No Evangelho de  João 3. 1 – 15 encontramos um texto interessante que mostra o encontro de Jesus com Nicodemos. Ele tinha perguntas a fazer, e Jesus, de forma resumida, mas essencial, respondeu-lhe: “ Se alguém não nascer de novo não pode ver o reino de Deus”. Essa resposta de Jesus mostrou-lhe que,  apesar de sua religião, precisaria nascer de novo. Nicodemos replicou-lhe – como pode?

 

Lendo toda a passagem concluímos que, Jesus ensina sobre a necessidade que a pessoa tem de experimentar o novo nascimento. Este processo se dá quando a pessoa recebe a Jesus Cristo como seu salvador e Senhor. João descrevendo isso, disse: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome, os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus (João 1. 12).

 

Pelo novo nascimento nos tornamos filhos de Deus. Se você recebeu a Jesus Cristo como seu salvador; nasceu  espiritualmente de novo, conseqüentemente tornou-se filho de Deus. Sendo filho é membro da família de Deus. As evidências da nova vida em Cristo estarão aparecendo em sua vida. Muitas coisas que você praticava, fazia, gostava, que estavam contra a vontade do Senhor, você não terá mais prazer em fazê-las. Seu coração terá uma nova alegria; e mais, você sentirá vontade de melhorar a sua vida espiritual, através das orações, meditação na palavra de Deus, resultado do amor que o Espírito Santo derramará sobre você (Romanos 5. 1-5).

 

O Novo Nascimento produz nova vida. Essa experiência leva-nos a viver uma vida cheia de graça, bondade, alegria e amor. É claro que você terá que lutar para manter a sua nova vida. Forças espirituais do mal não estão contentes com a sua decisão, mas, considere-se, pela fé, vitorioso! Reafirme esta vitória todos os dias: Lendo a Bíblia, fazendo orações, participando das reuniões e buscando ajuda espiritual dos irmãos que estão mais próximos de você.

* Extraído do livro – LUZ DAS SAGRADAS LETRAS – Autor: Francisco Meirinho. Pode ser encontrado na - Emanuel Church nos Estados Unidos e na Livraria RHEMA – JOINILLE – SC

 

Pr. F. Meirinho

Deixe a

ASPERSÃO REFLEXIVA

Chegar à sua mente

http://www.prmeirinho.zip.net/

http://fmeirinho.wordpress.com/

https://twitter.com/FMEIRINHO

http://ccalternativa.wordpress.com/

https://www.facebook.com/pages/Comunidade-Cristã-Alternativa/231385436963620